Meu irmão Valter

Olá! Não sei como é seu relacionamento com seus irmãos. Geralmente, o que tenho visto, são famílias cada vez mais distantes.

Infelizmente, quando um irmão, um pai ou mãe falece,  as famílias ficam com aquela sensação de que algo ficou mal resolvido.

Geralmente, isso acontece porque os relacionamentos estão ficando cada vez mais frios a cada dia.

Tenho visto, muita gente chorar no leito de morte e um familiar dizendo que deveria ter sido mais próximo, mas o tempo passou, acabou…

Muitas pessoas até desejariam voltar no tempo se fosse possível, mas isso não é possível!

Vejo isso o tempo todo no hospital que trabalho e com menor frequência na igreja.

Por isso, pensei em escrever hoje sobre meu irmão.

Meu irmão Valter(Valtinho) faleceu aos 43 anos de idade. Isso ocorreu há oito anos, mas lembranças dele sempre vem a minha memória.

Sempre me recordo de detalhes tão simples e bate uma grande saudade.

Me recordo de coisas simples da minha infância, os gestos, as coisas que ele fazia para mim: o cuidado que ele tinha comigo, a construção da casa na árvore, o balanço, as armadilhas, os sustos que dávamos nas pessoas, as vezes que andou de bicicleta e moto comigo na garupa, as vezes que ajudei ele nas reformas que ele fazia em nossa casa, o gosto que ele tinha por filmes de ação, o papagaio que ele deixou comigo quando foi se casar, o dia que ele foi para o exército, a primeira vez que o vi de farda, o dia que fui dama de honra em seu casamento, o nascimento dos filhos dele, a construção da casa , a conversão, a mudança para melhor, os sonhos que ele tinha de prosperar, o carinho que ele tinha com a minha mãe. Além disso, ele sempre teve um grande carinho e respeito pelo meu marido( mesmo antes de nos casarmos), a última homenagem no aniversário de minha mãe.

Foi tudo tão rápido, de repente era aniversário de minha mãe, estávamos orando felizes e horas depois ele teve uma forte dor de cabeça( nem vou entrar em detalhes) que resultou em UTI e falecimento cinco dias depois.

Naquele dia senti que um pedaço da minha mãe morreu um pouquinho, sempre ela chora quando lembra a ausência do filho amado.

De tantos sentimentos que sinto me dá um alívio de ter dado uma Bíblia de Estudo Pentecostal(Letra GIgante) em seu último aniversário. Me lembro que no dia que entreguei ele ficou tão feliz! Ele falou ” nem acredito, sempre desejei uma dessas, agora eu tenho uma Bíblia de pastor”. Ouvi o que Deus tinha falado ao meu coração, comprei e não adiei. Aquele presente foi importante para ele, mas eu nem imaginava que seria mais importante para mim!!!

Contei a minha história de forma simples afim de que você faça uma reflexão:

– Você tem valorizado seus momentos em família?

-Tem valorizado as datas especiais?

– Tem se lembrado de seus irmãos e familiares?

– Tem intercedido a Deus por eles? Ou os dias simplesmente estão passando?

Pense nisso! O tempo não volta!

Que Deus te dê sabedoria nesse início de semana!

Um abraço!

Rosielly Souza

Anúncios

2 pensamentos sobre “Meu irmão Valter

  1. Linda sua mensagem, falou muito ao meu coração, que o Espírito Santo continue lhe inspirando em seu ministério.A partir de hoje vou valorizar ainda mais meus familiares, os momentos de convivência, e não deixar para depois o que posso fazer agora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s